Região de Leiria

A baleia-piloto que a 27/08, apareceu na Praia da Nazaré, Leiria, continua internada nos "cuidados intensivos", no Centro Regional de Intervenção para o salvamento e recuperação de fauna selvagem, de Quiaios, Figueira da Foz.
O animal está nos cuidados intensivos, com medicação constante e alimentação forçada, e numa situação que, aparentemente, está a estabilizar.
Em causa está uma jovem fêmea de baleia-piloto, com cerca de 1,70 de comprimento e 80 kilos de peso, que apareceu no passado dia 27 no areal da Praia da Nazaré, muito debilitada, desidratada e apresentando sinais claros de falta de equilibrio.
Foi resgatada numa operação conjunta da Polícia Marítima, do Instituto de Conservação da Natureza e da Sociedade Portuguesa da Vida Selvagem e transportada para a Figueira da Foz, para um tanque onde biólogos e veterinários estão a aferir do seu estado geral de saúde e a avaliar se vai ser possível a sua recuperação, por forma a que mais tarde seja devolvida ao mar.
A baleia está acompanhada 24 horas por dia, em turnos que reúnem um especialista e três voluntários, cabendo a estes assegurar toda a logística inerente à situação, como confeccionar refeições, limpar casas de banho ou tratar do tanque onde está o animal.
"A rede Abrigos, de apoio a mamíferos marinhos, dispõe de voluntários próprios, mas para esta missão específica foram recrutados, nomeadamente atravês da difusãode um e-mail, vários outros, de vários pontos do País, que se mostraram dispostos a ajudar", explicou o responsável.
"Até hoje, e para esta situação concreta, já por cá passaram entre 30 a 40 voluntários", assinalou José Vingada.
(infor-regiões)

1 comentário:

Artur Santos disse...

O desenrolar da Recuperação do "Nazaré" pode ser seguido em:
"http://www.cienciasdomeioaquatico.com/naz/naz1.html