UMA ESTÓRIA...

A SEMENTINHA
Hoje, hoje vou contar-vos uma estória! Uma estória simples como muitas estórias o são!
Penso que esta, de tão simples que é.... nos diz tanto!! Então vamos lá.... CHIU! Não façam baurlho, oiçam-na e apliquem-na à vossa vivência, à vossa vida! Ao vosso crescimento!
Numa manhã em que o céu estava cinzento, a pequenina semente estremeceu de alegria ao ver surgir diante dela o Tiago, o amiguinho que tinha comido o fruto onde ela se formara e a abandonara sobre o muro.
Tiago trazia consigo um sacho e começou a cavar a terra. Em poucos momentos, a sementinha encontrou-se na escuridão com pesados torrões sobre o seu frágil corpo.
Em breve sentiu a humidade à sua volta. Que seria? Era o menino que, com um regador, estava a regar a terra. A sementinha sentiu uma enorme alegria. Inchou. A sua pele foi-se abrindo lentamente. O pequenino embrião que fazia parte dela cresceu e foi empurrando a terra que lhe pesava.
Alguns dias depois, era já um rebentinho tímido que desabrochava no solo.
(Maria Isabel Loureiro)

3 comentários:

sentidos disse...

Adorei o teu comentário no meu espaço...tocou-me...vejo que amas a vida e estás bem com ela. Escreves com muita ternura e frescura...encontrei neste teu espaço um bem estar, uma calma e muita paz. Em relação à tua história...é preciso colher para receber.
Um sopro sentido

Micas disse...

Estamos sempre a crescer... tal como a sementinha.

Rosário disse...

Amor lindo!

Os teus textos lindos não me surprendem, porque de uma pessoa maravilhosa como tu, só podem sair coisas, boas.

É a lição da vida, a sementinha que todos temos dentro de nós.

Amo-te muito.
Beijão gordo
Rosário