TREM DA VIDA!

Há algum tempo atrás, li um livro que comparava a vida a uma viagem de trem. Uma leitura extremamente interessante, quando bem interpretada. Isso mesmo, a vida não passa de uma viagem de trem, cheia de embarques e desembarques, alguns acidentes, surpresas agradáveis em alguns embarques e grandes tristezas em outros. Quando nascemos, entramos nesse trem e nos deparamos com algumas pessoas que julgamos, estarão sempre nessa viagem conosco : nossos pais. Infelizmente, isso não é verdade; em alguma estação eles descerão e nos deixarão órfãos de seu carinho, amizade e companhia insubstituível... mas isso não impede que, durante a viagem, pessoas interessantes e que virão a ser super especiais para nós, embarquem. Chegam nossos irmãos, amigos e amores maravilhosos. Muitas pessoas tomam esse trem apenas a passeio. Outros encontrarão nessa viagem somente tristezas. Ainda outros circularão pelo trem, prontos a ajudar a quem precisa. Muitos descem e deixam saudades eternas, outros tantos passam por ele de uma forma que, quando desocupam seu acento, ninguém nem sequer percebe Curioso é constatar que alguns passageiros que nos são tão caros, acomodam-se em vagões diferentes dos nossos; portanto, somos obrigados a fazer esse trajeto separados deles, o que não impede, é claro, que durante o trajeto, atravessemos com grande dificuldade nosso vagão e cheguemos até eles... Só que, infelizmente, jamais poderemos sentar ao seu lado, pois já terá alguém ocupando aquele lugar. Provavelmente, precisaremos entender porque nós também fraquejaremos muitas vezes e, com certeza, haverá alguém que nos entenderá. Não importa, é assim a viagem, cheia de atropelos, sonhos, fantasias, esperas, despedidas... porém, jamais, retornos. Façamos essa viagem, então, da melhor maneira possível, tentando nos relacionar bem com todos os passageiros, procurando, em cada um deles, o que tiverem de melhor, lembrando, sempre, que, em algum momento do trajeto, eles poderão fraquejar e, O grande mistério, afinal, é que jamais saberemos em qual parada desceremos, muito menos nossos companheiros, nem mesmo aquele que está sentado ao nosso lado. Deixar meus filhos continuarem a viagem sozinhos, com certeza será muito triste, mas me agarro na esperança que, em algum momento, estarei na estação principal e terei a grande emoção de vê-los chegar com uma bagagem que não tinham quando embarcaram... e o que vai me deixar feliz, será pensar que eu colaborei para que ela tenha crescido e se tornado valiosa Eu fico pensando se quando descer desse trem sentirei saudades ... acredito que sim. Me separar de alguns amigos que fiz nele será, no mínimo dolorido. Amigos, façamos com que a nossa estada, nesse trem, seja tranqüila, que tenha valido a pena... e que, quando chegar a hora de desembarcarmos, o nosso lugar vazio traga saudades e boas recordações para aqueles que prosseguirem a viagem.

(Desconheço o autor)

18 comentários:

Bichodeconta disse...

É tão desagradável viajar sózinha e sem acompanhia dos que nos são queridos.. Não quero seguir nessa viagem.. Muitas vezes tenho tentado o próximo lugar de paragem para descer e desistir da viagem, mas aqui estou, nem sempre com muita vontade.. um abraço..

Pena disse...

Doce e terna amiga, "isto" é tão lindo, tão lindo. Inspirado. Talentoso. De maravilhar, acredite?
Uma escolha sensacional.
A Flor nunca sairá desse trem. Tem um valor rico e incálculavel. Merece a eternidade de si. Quem faria então depois, estes sentires tão profundos e enternecedores?
Quem falaria em amizade e amor desta forma?
Vale muito, encantadora amiga.
Vale o mundo.
Que lindo!!!!!!!!!!!!!!!!!! o que escreveu.
Beijinhos de admiração e amizade sentida.
Sempre a lê-la com delicia

pena

Marlene Maravilha disse...

Que lindo, minha amada flor!!!
Quantas saudades! Mas tentarei colocar em ordem minhas visitas e tambem voltar logo ao meu espaco!
Finalmente!!
Espero que a tua mamae esteja bem e que todos voces estejam em paz!
beijo enorme e um lindo final de semana.

Andreia do Flautim disse...

Olá amiga!
Um bom fim de semana para ti!

multiolhares disse...

Eu acho a vida como um jogo de
Computador, nascemos entramos para o
Primeiro nível, a partir daí vamos tendo sempre
Obstáculos e aprendizado, conforme vamos
Aprendendo e ultrapassando esses obstáculos
A vida vai-nos dando créditos, (momentos de felicidade)
E podemos passar a outro nível de conhecimento.
Beijinhos
luna

Sol da meia noite disse...

Percepções curiosas, aqui encontro.
Deixo-te a minha, sendo que a vida é uma folha em branco, onde uma história vai sendo escrita...

Um beijinho

gaivota disse...

como era bom se nos deixassem andar no trem, assim...
tranquilos, sem dor, a acreditar que a vida vai de acordo com a viagem...
já que embarcámos na dita viagem, que o desembarque seja leve, e o lugar vazio seja uma lembrança a recordar com um sorriso...
um beijinho grande

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá minha querida FLÔR, lindo texto...Eu concordo 100% com ele!!!
Beijinhos de carinho e amizade.
Fernandinha

Ricdores disse...

Olá Flôr passei por aqui para dar uma forcinha, continue assim pois é miuto importante para todos.Eu a Ana e os miudos gostamos miuto de si.

Um abraço fraterno
Ricdores

Anita disse...

Amiga querida uma semana repleta e muita paz, vitórias e muito, muito Amor.
Beijinhos
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

Templo do Giraldo disse...

http://templodogiraldo.blogspot.com/


Passem por aqui e comentem. SAUDAÇÕES.

Carmim disse...

Também já tinha lido esse texto e acho-o maravilhoso.
Não importa qual é o nosso destino, o importante é o que fazemos durante a nossa viagem..

Beijos Flor.

Catarino disse...

Acabei o meu retiro anual com este texto numa apresentação powerpoint,...
Como deves imaginar foi óptimo voltar a lê-lo...
Obrigado
Beijo

Kalinka disse...

No Dia Mundial do Doente, a minha mensagem é:
Neste dia de afectos, não esquecer que a nossa saúde mental e física beneficia também da atenção e carinho que dedicarmos aos nossos mais próximos e semelhantes.

Um abraço.

O Profeta disse...

Estou neste momento a viajar contigo em pensamento e...acho que és uma pessoa linda...

É na baía que o mar
Adormece em maresia
Acalma a sua fúria
Em sal de nostalgia


Boa semana


Doce beijo

Divinius disse...

Gostei de ler:)
A LUZ QUE TE DEIXO É DA COR DA MINHA VIDA:)

Xicha disse...

Enquanto não resolver-mos a nossa Lua, o nosso Sol jamais brilhará...
Bjinhos
XI

Pepe Luigi disse...

Minha boa amiga Flôr,
Oportuníssima a escolha deste texto.
É sempre bom acreditar e fazer acreditar que os moldes da vida sejam feitos ao molde de uma viagem, cujos trilhos nos levam de um começo certo a um incerto destino. Saibamos nós moldar com descernimento e lucidez o carril da nossa existência perante o mundo e o nosso semelhante.

Com carinho um beijinho
do Pepe